PRÓXIMO ANTERIOR
 
 
 
 
 

Home » Mensagens, Notícias » Convívio – Abril

Convívio – Abril


Santos Anjos | 2 April, 2017

“A alegria de ser mãe e irmão(ã) de Jesus”

No convívio deste mês de abril, o Senhor nos presenteou com uma noite muito alegre, de louvor, oração e partilha. Meditando sobre o tema: “A alegria de ser mãe e irmão(ã) de Jesus”, a Comunidade Santos Anjos iniciou a noite com um animado louvor, bendizendo e agradecendo a Deus pela alegria de ser cristão, de caminhar com Jesus, o Deus verdadeiro, em meio a tantas adversidades.

Em seguida, tivemos um rico momento de partilha para refletirmos sobre a pergunta: “Por que me segues?” Feita pelo próprio Jesus, essa pergunta nos incomoda o coração, que precisa todos os dias buscar para ela uma resposta clara e decidida, pois é essa resposta que sustenta a nossa caminhada e fidelidade ao Senhor. “Por que me segues, filho(a) amado(a), se é tão difícil hoje me seguir? Se tal decisão, muitas vezes, lhe requer tantos sofrimentos?”

Após a partilha, nossa irmã consagrada Alane pregou para nós sobre o tema do nosso convívio, iniciando sua pregação com um questionamento que ela mesma fizera a Jesus: “onde estou, Senhor, em sua família? Qual é a minha posição? Sou mãe, irmã…?” (Mt 12, 46s). Jesus então lhe respondeu que não importa saber onde estamos em sua família, mas o importante é fazer parte dela. Será que temos feito parte da família de Jesus? Ora, quem tem o Senhor como membro da família precisa conversar com Ele diariamente. Temos buscado ocasião para falar com Jesus? Temos construído essa amizade com Cristo, com Maria?

Alane nos chama a atenção para o fato de que um diálogo se faz a dois. Será que temos falado e ouvido o Senhor? Ou apenas falado, sem silenciar o nosso coração para ouvi-Lo. Nossa irmã nos levou a pensar se temos tido realmente Jesus como nosso melhor amigo, que não raras vezes buscamos partilhar a nossa vida primeiro com os irmãos de comunidade, com os vizinhos, com os membros de nossa família sanguínea, mas a Jesus vamos por último. Não damos prioridade Àquele que deveria ser o primeiro a saber de tudo, embora já saiba.

Podemos e devemos sim ter e ser bons amigos. Porém, é preciso ter a sólida consciência de que Jesus é o único Amigo perfeito, o Amigo libertador, que nos tira da prisão de nossas falsas paixões e apegos, dos falsos sentimentos até mesmo por pessoas, pelos irmãos de comunidade. Ninguém, seja membro de nossa família de sangue ou de nossa família missionária, é perfeito a ponto de não nos decepcionar, não nos ferir ou magoar. Todos somos falhos e pecadores.

Encerramos a nossa noite assistindo a uma singela representação teatral, feita pelas nossas crianças, sobre a Quaresma e a Páscoa do Senhor! Em todos nos nossos convívios, as crianças presentes participam de atividades específicas para a sua idade, com dinâmicas, formações bíblicas, música e teatro.

Que Jesus nos conceda a graça de permanecermos como membros fiéis de Sua família, de nos relacionarmos com Ele como o nosso melhor e mais perfeito Amigo. Mais do que nós, Deus deseja essa aproximação conosco!

Deixe um comentário