PRÓXIMO ANTERIOR
 
 
 
 
 

Home » Juventude Santos Anjos » Jornada Mundial da Juventude tem voluntários de Niterói e São Gonçalo

Jornada Mundial da Juventude tem voluntários de Niterói e São Gonçalo


Santos Anjos | 2 April, 2013

Sessenta mil pessoas doam parte do seu tempo para cuidar dos preparativos do evento católico que acontecerá no Rio, no mês de julho, com a presença do Papa Francisco

Se na 28ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontece entre os dias 23 e 28 de julho no Rio de Janeiro, são esperadas mais de 2,5 milhões de pessoas, 60 mil delas serão de voluntários do evento. Pessoas que estão doando parte de seu tempo para ajudar o Comitê Organizador Local (COL) a cuidar de todos os preparativos para receber os fiéis e os peregrinos que virão de todas as partes do Brasil e do mundo. A niteroiense Roberta Salgado Amazonas, de 21 anos, faz parte deste verdadeiro exército voluntariado católico que está a serviço da Igreja. Estudante do 6º período do curso de jornalismo da Universidade Federal Fluminense (UFF), ela atua na equipe de comunicação do comitê desde o fim de janeiro de 2012.

“Inicialmente trabalhava de casa como home office ajudando a divulgar a jornada. Fui uma das primeiras a me inscrever como voluntária para a jornada aqui do Rio. Como estive na jornada em Madri (Espanha) em 2011 como peregrina, me inscrevi poucas horas depois que o então papa Bento XVI anunciou que a próxima seria no Brasil”, lembra Roberta que é moradora de Icaraí.

E se o lema da JMJ Rio 2013 é “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28, 19), Roberta está seguindo à risca a recomendação da Igreja Católica. Ela tem doado quatro horas diárias trabalhando na sede do COL, situada na Glória, Zona Sul do Rio.

“Fico atualizando as versões de texto em outras línguas do site através de um programa de conversão de idiomas. Já aprendi a identificar palavras de diversas línguas. Já sei, por exemplo, como se escreve Jornada Mundial da Juventude em alemão”, conta bem-humorada a jovem.

Fiel desde criança da Igreja Nossa Senhora do Sagrado Coração, em Icaraí, ela diz que, por ser voluntária do Comitê organizador, se tornou coordenadora da pastoral da juventude da igreja.

“Sou coordenadora geral de voluntariado da minha paróquia para o evento. Estou muito feliz em ser voluntária. Um outro ponto importante para mim estar trabalhando aqui na sede do COL é poder ter contato com gente do Brasil e do mundo inteiro. Poder ter este contato com todas essas pessoas unidas num só objetivo é incrível”, relata a jovem.

A secretária Fernanda Silva Moraes de Costa, de 31, moradora do bairro do Galo Branco, em São Gonçalo, está há um ano como voluntária da Jornada.

“Sou uma espécie de elo entre o COL e as dioceses. Estou em contato permanente com as igrejas levando e trazendo informações. Todas as terças-feiras fico aqui em horário integral fazendo este trabalho. Tem sido muito gratificante. Aconselho a todos ser voluntário. É um ato de amor. Sem contar que ajuda a gente a ampliar a visão de mundo conhecendo pessoas de várias parte do Brasil e do mundo”, analisa Fernanda.

Ela destaca ainda o clima de alegria entre os jovens que trabalham na COL. “O ambiente aqui é o melhor possível com todos fazendo de tudo para a jornada dar certo. É tudo muito intenso aqui. Apesar do evento ser só em julho, para nós voluntários, a jornada já começou desde que teve o anúncio de que ela seria aqui no Brasil”, avalia Fernanda que é secretária da Comunidade Católica Santos Anjos, no bairro de Itaipu. “Realizamos evangelização e formação cristã da comunidade local”, acrescenta.

Trabalho de evangelização

De acordo com o vice-presidente do Comitê Organizador Local (COL), Dom Antônio Augusto Duarte, dos 60 mil voluntários, 45 mil são moradores do estado do Rio de Janeiro. O restante, segundo ele, está dividido entre 7,5 mil voluntários dos outros estados do Brasil e 7,5 mil estrangeiros.

“O trabalho dos jovens participantes é fundamental na evangelização da Igreja na América Latina. Por que jovem evangeliza jovem. Já foi o tempo que um padre era o principal evangelizador. Além de ter a mesmo linguagem, o uso da tecnologia pelos jovens, torna a comunicação entre eles mais rápida, viva. Faz com que eles tenham muito mais facilidade de evangelizar do que os mais antigos”, observa Dom Antônio.

O vice-presidente do COL disse ainda que chegaram a ser inscritos como voluntários 84 mil jovens.

“Desses, foram selecionados 60 mil. Já na preparação da Jornada, são 3,5 mil jovens cuidando da organização e da divulgação. Ao contrário do que se diz, os jovens estão em busca de Deus”, ressalta o vice-presidente do COL.

Entrega total pela fé

Se doar parte de seu tempo diário ou semanal ao serviço voluntário é um ato nobre, imagine aquela pessoa que deixa um emprego remunerado em prol do voluntariado. Pois é o que fez a jornalista Rita de Cássia Vasconcelos Silva, de 32, moradora de Jardim Catarina, em São Gonçalo.

Voluntária do COL desde outubro de 2011, em horários alternativos em função de seu trabalho como assessora de imprensa de um projeto do governo do Estado no Morro do Alemão, ela deixou o emprego de R$ 2,2 mil para trabalhar como voluntária coordenando a divulgação da pré-jornada.

“No início eu trabalhava como home office no grupo de plantonista de divulgação da jornada nas redes sociais. De duas a três vezes por noite na semana eu dava plantão no Facebook dando informações prestando assistência e convidando pessoas para serem voluntárias. Em abril fui convidada pelo Comitê para chefiar a coordenação de comunicação da pré-jornada”, explica a jornalista acrescentando que o contrato de trabalho dela com o governo, no projeto no Morro do Alemão, tinha acabado recentemente, mas que já tinha recebido convite para renovar.

“No início fiquei apreensiva já que estava abrindo mão de um salário de R$ 2,2 mil num emprego que amava e dentro de minha área. Contudo, rezei bastante e senti Jesus me dizendo que seria mais feliz aqui no COL. Conversei com meus pais que me apoiaram”, diz.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br/editorias/cidades/jornada-mundial-da-juventude-tem-voluntarios-de-niteroi-e-sao-goncalo#.UVpF1MNSwKh.facebook

1 Comentario para: " Jornada Mundial da Juventude tem voluntários de Niterói e São Gonçalo "

  1. Marcelo says:

    Uma maravalha ver a nossa Juventude dentro deste processo de voluntários e sendo útil a evangelização. Que possamos todos estar unidos a estes irmãos e que nossa dedicação e entrega seja de total confiança em Deus.

Deixe um comentário