PRÓXIMO ANTERIOR
 
 
 
 
 

Home » Notícias » NATAL, EXPRESSÃO DO ÁGAPE QUE SILENCIA COMO ARMAS E RECONCILIAÇÃO OS IRMÃOS INIMIGOS

NATAL, EXPRESSÃO DO ÁGAPE QUE SILENCIA COMO ARMAS E RECONCILIAÇÃO OS IRMÃOS INIMIGOS


Santos Anjos | 25 December, 2012

Queridos amigos:

O Ano de 2012 se encerra DO MESMO Jeito Que tinha começado: em Meio a incertezas Dúvidas e. Na França, continuamos nn interrogando infinitamente sobre a Identidade sexual, a Natureza fazer matrimonio de e Familiares ósmio Laços. Nao sabemos parágrafo Onde direcionar como Contas Públicas e nn inquietamos parágrafo diferenciar agressor e agredido nn Conflitos Internacionais. Dúvidas Essas, multiformes, atingem Tanto o Âmbito especial QUANTO Ô político-social, provocando intranquilidade profunda, Além de saudade UMA daquela Época, NEM Tão Distante, EM QUE A LUZ fazer Evangelho parecia Iluminar a Cidade.

Meu País natal ESTA Mais ainda dilacerado. Em 2010, o Egito acreditou Num Sonho, o de hum Estado los Que de Todos os cidadãos fossem iguais em Direitos. O Sonho Hoje se dissipou EO País se dividiu los Dois, tendão à Cabeça hum Presidente Que, à Irmandade Muçulmana Ligado, se apropriou de plenos Poderes. Sim, Os Dias following à Revolução nn desenganaram, Mais ainda QUANDO OS Bens de Primeira Necessidade, o pão, a Água potável ea Eletricidade começaram a faltar. O Egito TEM fome, o Egito TEM Sede e se afunda n’uma Miséria sem nome.

A primavera egipcia PODE ver-se sucedida Pelo inverno islâmico, nos Moldes iranianos, com o MESMO Tipo de Homens estereotipados, com SEUS Discursos rancorosos, Seu desprezo pela Vida e SUA rejeição à alteridade. E also com o MESMO Apoio Cândido Que VEM DO Ocidente, Cego Pela SUA Necessidade túmulo de divisas e de Petróleo leve. O Ouro Negro Torna impotentes como potencias de Ontem.

O Povo enganado FOI, mas NAO desiste. A praça Tahrir, e outras Praças, in Nome da Liberdade e da Justiça los nomo social, continuam a Luta. No Meio desestabilização tormenta, OS cristãos São particularmente vulneráveis. Alguns se resignam, com A Morte nd alma, e deixam o Pais.Jamais houve Tantos Emigrantes TODAS coptas de contraditório como fazer desorientados Egito, Tantos. Other escolhem permanecer, abraçados à cruz, nos Lugares los Que Nosso Senhor Nascer OS fez. Encerrados nd Espera Interminável de UMA Páscoa Semper adiada, enguias São à memória longa da Nossa Terra, testemunhas irredutíveis da Nossa Esperança.Como Sinal desestabilização fecunda continuidade, nossos Irmãos Ortodoxos escolheram hum novo papa, como nossas Igrejas estao cheias e OS nossos Fiéis ignoram a mornidão.

Num Contexto Como este, qua É O Meu Desejo Para O Ano Que ESTA POR vir? O MESMO Que o Santo Padre manifestou como Igrejas Orientais NA SUA Viagem ao Líbano: o Desejo da paz. O Mais precioso dos dons de Deus E Simplesmente o contrario da guerra. E uma expression fazer ágape Que silencia como Armas e reconciliação Inimigos ósmio Irmãos. A Regra de Ouro do Cristianismo nn obriga um NOS apresentar perante OS muçulmanos Como Nascidos de Abraão.Por ISSO, Bento XVI exclamou, nenhum centro do Fogo: “Amai OS muçulmanos e Orai POR Ellis”. E ASSIM Que sera construida uma Civilização do Amor, Que, AO contrario das nossas efêmeras Primaveras Arabes, jamais passará. Feliz natal e bom Ano nd paz fazer Senhor!

Dom Michel Chafik
Paris, segunda-feira, 24 de dezembro, 2012 ( Zenit.org ).

Deixe um comentário