PRÓXIMO ANTERIOR
 
 
 
 
 

Reconhecimento Canônico

A Comunidade SANTOS ANJOS comemorou no dia 17 de julho de 2008 seus 15 anos de Fundação, com a presença especial em nossa Casa Geral do querido Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova, que estando conosco nesta data, presidiu a celebração Eucarística de nosso Jubileu, além do aniversário de 60 anos do nosso fundador, Paulo Roberto Diniz.

Os festejos se estenderam pelos dias 18, 19 e 20 de julho, dias em que pudemos viver momentos de profunda alegria, convivência e formação.

Além dos fundadores e amigos Mosart e Maria Francisca da Comunidade OÁSIS e Magno Fernando, da Comunidade NOVA ALIANÇA que dirigiram um Encontro de Cura Interior, tivemos a presença do sacerdote Pe. Akácio Nery, do Diácono Permanente Wolfgang Muller, do Bispo Auxiliar de Niterói, Dom Roberto Ferreria Paz, além da especialíssima presença do Arcebispo de Niterói, Dom Frei Alano Maria Pena, OP que presidiu a Eucaristia do domingo, dia 20 de julho, ocasião em que solenemente, através de Decreto de Reconhecimento Canônico, eregiu a Comunidade SANTOS ANJOS como Associaçãqo Privada de Fiéis de Direito Diocesano, aprovando ainda o Estatuto, a Regra e as Constituições da Comunidade.

Deus seja louvado e bendito seja seus planos de amor para conosco!

E como fonte de lembrança deste memorável dia, transcrevemos um trecho da homilia de nosso Arcebispo Dom Alano:
“A Comunidade SANTOS ANJOS tem que abrir caminhos e abrir caminhos com esta profundidade de inserção em Jesus Cristo e na Igreja Dele. Seguir caminhos profeticamente, sorvendo na fonte da Verdade que é Jesus Cristo, tudo aquilo através do Magistério da Igreja nos indica os rumos que devemos tomar nesse mundo absurdo. E nós sabemos o tremendo desafio dessa missão, dessa fidelidade. E isso tem um preço, não se iludam; um preço de muitas incompreensões, de muitas críticas.

Ser fiel ao Magistério da Igreja hoje, cobra-se um preço aí fora e não só aí fora, mas também dentro de casa, um preço de muitas incompreensões, até mesmo nos espaços consagrados. Desse modo é preciso que tenhamos vigilância e uma alegria de ser fiel. Foi incompreendido e criticado, glória a Deus! Fica feliz; não perca sua paz e nem seu bom humor. Fica feliz porque está acertado com Jesus. È fundamental esta comunhão. E vocês leigos tem uma missão muito grande de sinalizar essa adesão incondicional à Verdade, até mesmo diante de algumas pessoas con-sagradas ou de alguns padres. Tem que ter essa serena firmeza de abraçar esse caminho com plena convicção; e isso é o que Deus quer de nós agora, nesses dias.

Então nossa missão é de alegria. ‘SANTOS ANJOS’ é ser sinal de alegria de ânimo, de impulso para todos os que chegarem aqui. Aqueles que se consagram na Comunidade, aqueles que vem chegando, que conhecem, enfim, todos devem receber a força maravilhosa, pois aqui é a Casa do Senhor, aqui é MORADA DO ESPIRITO SANTOS, e os ANJOS que nos conduzam direitinho, sobretudo para aqueles que não acreditam que eles existem, e existem. Vamos louvar a Deus para que a Comunidade SANTOS ANJOS seja para a Glória do Senhor Jesus a Salvação de muita gente. Amém”

Trecho da homilia de Dom Frei Alano Maria Pena, Arcebispo de Niterói, na Eucaristia celebrada em nossa Casa Geral, em Niterói, por ocasião do Reconhecimento Canônico da Comunidade Católica SANTOS ANJOS como Associação Privada de Fiéis de Direito Diocesano, no encerramento de nossos festejos nos 15 anos de Fundação, em 20 de julho de 2008



COMPARTILHE ESTA PAGINA